Mormon Newsroom
Comunicados de Imprensa

Pagamentos do Fundo Perpétuo de Educação suspensos durante a crise da COVID-19

Pagamentos e juros diferidos até novembro de 2020

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está a aliviar os encargos financeiros de muitos dos 98.000 estudantes em 75 países que beneficiam do Fundo Perpétuo de Educação (FPE). Os pagamentos dos empréstimos e os encargos com juros foram adiados desde 1 de maio de 2020 e continuarão suspensos até novembro de 2020 por causa das consequências económicas provocadas pelo COVID-19.

O FPE é um recurso financeiro que ajuda os santos dos últimos dias de todas as idades a obter a educação e qualificações que possibilitam a autossuficiência. O programa é financiado por membros da Igreja e amigos da fé. O dinheiro é emprestado ao indivíduo para ajudar a pagar a educação e a formação profissional. Depois de estar formado e empregado, ele ou ela paga o empréstimo para que outros tenham também a oportunidade de participar do programa. (Nota: O programa está disponível para os membros da Igreja em Portugal.) 

Os beneficiários do FPE em todo o mundo expressaram gratidão por esse ajuste temporário.

"Estamos a lutar para conseguir o dinheiro suficiente para as nossas necessidades básicas atuais, como contas, alimentos e hipotecas", disse Jessica Pacete, que é bacharel em engenharia de minas pela Saint Paul University Suriago, nas Filipinas. “De fato, sou muito grata pelo adiamento no pagamento do empréstimo por seis meses por causa da COVID-19. É uma grande ajuda para mim não pensar muito no meu compromisso mensal até novembro de 2020.”

Marlou Ronato, formado em contabilidade pela Universidade de Luzon, nas Filipinas, não conseguiu encontrar emprego para continuar os seus pagamentos ao FPE. "Sou grato pelo FPE ter oferecido este adiamento no pagamento da minha conta", disse ele“. Agradeço ao Pai Celestial por esta oportunidade para poder continuar os meus estudos com a ajuda e compreensão do FPE.”

O diretor do programa do FPE, Trent Jacobson, disse que milhares de participantes de empréstimos como Jessica e Marlou estão a receber um alívio financeiro semelhante por meio desse programa de adiamento do pagamento dos empréstimos por causa da COVID-19.

"Essa mudança temporária do FPE manterá os participantes seguros e os ajudará a enfrentar o tumulto econômico que muitos de nós estão a viver em todo o mundo", disse ele.

Três ajustes temporários adicionais irão ajudar os participantes do FPE durante a pandemia:

Período de atraso nos pagamentos de 90 dias  

O limite para o número de dias de atraso de um participante do FPE para pedir um novo desembolso financeiro para a escola foi temporariamente aumentado de 29 para 120 dias.

Opções adicionais para solicitações de desembolso financeiro

Quando os participantes não conseguem obter com segurança a documentação necessária para fazer uma solicitação de desembolso à escola, os participantes podem solicitar informações sobre outras opções para fazer uma solicitação. Isso pode incluir outra documentação digital.

Formas adicionais de obter a recomendações de líderes

Os formulários de endosso do líder da Igreja ainda são necessários para obter desembolsos adicionais para empréstimos do FPE. Como alguns líderes locais da Igreja podem não conseguir imprimir e assinar o formulário em casa, os documentos não assinados pelo participante podem ser temporariamente aceites. Se o bispo ou presidente do ramo não puder assinar com segurança o formulário, ele poderá enviar um e-mail. Em casos extremos, um conselheiro de um bispo pode assinar ou enviar o endosso.

A Igreja reavaliará essas mudanças em novembro de 2020.
 

Observação do Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.