Mormon Newsroom
Notícia

A instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias Abençoou Milhões de Vidas em 2019

O relatório anual de 2019 detalha o trabalho dos serviços de caridade dos Santos dos Últimos Dias

A presença global da Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias expandiu-se em 2019 para abençoar milhões de vidas, em 142 países e territórios, através de 3.221 projetos concluídos com 2.000 parceiros. A organização humanitária d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias divulgou hoje estes números e, muito mais, no seu Relatório Anual de 2019.

A Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias, levou a cabo a sua visão de cuidar dos necessitados, promover o voluntariado e inspirar a autossuficiência de várias maneiras:

  • Resposta a emergências: 194 projetos, em 64 países e territórios
  • Cuidados oftalmológicos: 129 819 pessoas ajudadas, em 32 países e territórios
  • Cuidados maternos e neonatais: 83 555 pessoas ajudadas, em 27 países e territórios
  • Segurança alimentar: 181 398 pessoas ajudadas, em 15 países e territórios
  • Água potável e saneamento: 316 790 pessoas ajudadas, em 26 países e territórios
  • Imunização: Seis campanhas para erradicar doenças em países em desenvolvimento
  • Cadeiras de rodas: 52 381 pessoas ajudadas, em 41 países e territórios
  • Ajuda aos refugiados: 387 projetos, em 48 países e territórios
  • Projetos comunitários internacionais: 994 projetos, em 107 países e territórios
  • Projetos comunitários nos EUA e Canadá: Vários projetos, em 42 estados e províncias

Além de ser financiada pelos Santos dos Últimos Dias, que doam ao Fundo de Ajuda Humanitária da Igreja, a Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias também é apoiada por outros doadores generosos. Em 2019, a Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias usou estas doações para ajudar pessoas necessitadas por todo o mundo. Estes fundos representam apenas uma pequena parte das despesas anuais combinadas de ajuda humanitária e de bem-estar da Igreja (perto de mil milhões de euros por ano). Estas despesas também incluem o uso significativo do fundo de ofertas de jejum da Igreja, que os bispos usam localmente para ajudar os membros mais pobres das suas congregações.

Desde o início da organização, em 1985, a Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias forneceu mais de 2 mil milhões de euros de ajuda, em 197 países.
    
Entre os principais eventos que a Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias respondeu em 2019 foram os ciclones Idai e Kenneth, que provocaram inundações que destruíram as culturas em Moçambique, Malawi e Zimbábue, na primavera passada. Ao trabalhar ao lado de parceiros globais e locais, a Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias forneceu abrigo e comida para aqueles que foram devastados pela fúria das tempestades. Obviamente, a recuperação destes desastres estende-se muito além das suas consequências imediatas. Meses depois dos ciclones, a Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias e os seus parceiros, continuam a reparar e a refazer as escolas antes da estação das chuvas, para proporcionar aos alunos um local seco para estudar e aprender.

Ao refletir sobre o alcance humanitário do ano passado, a presidente da Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias, Sharon Eubank, disse que um princípio básico do trabalho da organização é primeiro descobrir o que as pessoas precisam e depois mobilizar-se para ajudá-las.

“Quando vemos algumas das grandes respostas que aconteceram no ano passado, como o ciclone em Moçambique, as respostas à fome, o trabalho que fizemos em torno de diferentes furacões e coisas assim, o princípio básico é entrar em campo e descobrir o que as pessoas precisam agora e o que precisarão mais tarde. E, então, podemos trabalhar para preencher essas lacunas”, disse ela. “O relatório anual reflete alguns dos trabalhos mais intensivos que realizámos no terreno, para descobrir qual é a necessidade real”.

A irmã Eubank também salientou a importância das palavras “Santos dos Últimos Dias” na Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias. Até agosto passado, a organização era conhecida como Instituição de Caridade SUD. O nome foi alterado para Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias para estar em harmonia com as instruções do Presidente Russell M. Nelson de usar o nome completo da Igreja.

“Com o incentivo dele para usar o nome completo da Igreja, tornámo-nos a Instituição de Caridade Santos dos Últimos Dias”, disse a irmã Eubank. “Gosto muito do sentimento que nos dá pois é o lado caridoso dos Santos dos Últimos Dias — é financiado por eles e são eles que doam as horas de voluntariado e interessam-se pela comunidade. E, assim, refletimos realmente os ideais, a energia e a esperança dos Santos dos Últimos Dias”.

“O relatório anual faz parte da nossa prestação de contas aos Santos dos Últimos Dias que doaram ao fundo humanitário no talão das doações”, disse a irmã Eubank. “Isto é parte do nosso relatório às pessoas que deram tanto, para que possam ver o que as suas doações fazem”.

Leia o relatório anual aqui.
 

Observação do Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.