Mormon Newsroom
Comunicados de Imprensa

O Templo de Lisboa Portugal em funcionamento na fase 3

As ordenanças do templo por procuração a favor dos falecidos serão realizadas apenas por meio de agendamento prévio.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias começou a reabrir os seus templos em maio de 2020 numa abordagem cuidadosa, cautelosa e em quatro fases para adaptar-se à pandemia da COVID-19.

Hoje, a Primeira Presidência anunciou que o templo de Lisboa Portugal está a preparar-se para iniciar cuidadosamente a fase 3 de reabertura, no dia 12 de julho de 2021.

A fase 3 inclui tudo o que é permitido fazer nas fases 1, 2 e 2-B, e também o trabalho do templo por procuração em favor de pessoas falecidas. 

O que esperar da fase 3

A fase 3 contará com um número menor de membros e oficiantes do templo, uma programação limitada do templo e frequência somente mediante agendamento.

A fim de preparar-se para uma visita a um templo na fase 3, os membros da Igreja devem observar as seguintes informações:

  • Agendar os compromissos online: aqueles que moram dentro dos limites do distrito do templo na fase 3 podem agendar reservas de ordenanças online em cada página de informações do templo pelo site temples.ChurchofJesusChrist.org. Os membros da Igreja têm que fazer uma reserva online antes de chegar ao templo. A prioridade no agendamento será dada àqueles que precisam de realizar as ordenanças próprias. Os membros que pretendam realizar as suas ordenanças próprias devem contactar o templo de Lisboa pelo e-mail: LISBO-OFF@churchofjesuschrist.org ou telefone: 308 811 650.  A marcação prévia das ordenanças é obrigatória.

“Estamos felizes pelos membros começarem a usar a nova ferramenta online para reservar um horário para realizar as ordenanças”, diz o élder Gary E. Stevenson, do Quórum dos Doze Apóstolos. “Se precisarem de ajuda para agendar o horário, falem com seus irmãos ou suas irmãs ministradores, um amigo, um membro da família ou um líder local. Eles ficarão felizes em ajudá-los. 

  • Triagem de sintomas: Será perguntado três vezes sobre possíveis sintomas de COVID-19. Essa triagem ocorrerá quando o membro marcar o agendamento, num e-mail antes de ir ao templo e quando chegar ao templo.
  • Máscaras faciais: A menos que estejam a realizar batismos, todos os membros devem usar uma máscara facial durante a sua a visita ao templo.
  • Outras precauções de segurança: A limpeza regular e o higienização dentro do templo ocorrerão ao longo de cada dia. As estações com higienizadores de mãos estarão colocadas em muitos lugares.
  • Roupas do templo: Se possível, os membros devem trazer suas próprias roupas brancas e cerimoniais.
  • Batistério: Os grupos não podem ter mais do que 10 pessoas. Os membros são incentivados a trazer as pessoas que ajudaram nos batismos e confirmações.
  • Investidura: Os assentos nas sessões de investidura serão limitados a 30 por cento da capacidade da sala. Os assentos ficarão fisicamente distantes e os membros da mesma família devem sentar-se juntos.
  • Selamento: Um pequeno número de membros terá permissão de participar dos selamentos. As testemunhas ficarão fisicamente distantes do oficiante de selamento.
  • Cartões de nomes de família: Os templos não imprimem  os cartões de nomes para os frequentadores do templo. Isso deve ser feito pelo membro antes de ir ao templo. Após a realização de uma ordenança, as informações serão registradas no FamilySearch pelo templo. Os cartões não são devolvidos aos membros.

O privilégio da adoração no templo

O templo, o local mais sagrado da Igreja, é onde os membros cumprem a responsabilidade fundamental da fé de ajudar a unir as pessoas a Deus — tanto as que estão vivas quanto as que já faleceram.

“A essência do trabalho do Senhor é mudar, voltar e purificar o coração por meio dos convênios do evangelho e das ordenanças do sacerdócio”, diz o élder David A. Bednar, do Quórum dos Doze Apóstolos.

“Ao nos ocuparmos zelosamente nesse trabalho sagrado, estaremos obedecendo aos mandamentos de amarmos e servirmos a Deus e ao próximo. E esse serviço abnegado nos ajuda a verdadeiramente ‘ouvir o Senhor’ e nos achegar ao Salvador.”

Devido à importância dos templos para os membros da Igreja, o élder Bednar diz: “Voltar aos templos é algo pelo que oramos e ansiamos com grande expectativa. Regozijamo-nos com a oportunidade de servir e adorar novamente nos templos sagrados, mesmo que nossa experiência seja diferente devido às circunstâncias restritivas e aos sacrifícios adicionais que são requeridos de nós”.

À medida que alguns templos iniciam a fase 3 de reabertura durante a pandemia da COVID-19, o Élder Bednar lembra aos membros da Igreja em todos os lugares que a adoração no templo “é um privilégio sagrado, não um direito ou simplesmente parte de nossa rotina estabelecida. Não vamos ao templo para nos esconder ou para escapar dos males do mundo. Vamos ao templo para receber o poder da divindade por meio das ordenanças do sacerdócio que nos possibilitam confrontar e superar o mundo do mal”.

Marque um agendamento no templo de Lisboa aqui.

Veja como fazer um agendamento online (video):

Observação do Guia de Estilo: Em notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pedimos que use o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome, aceda ao Guia de Estilo.